a carregar..

Urbanização do Souto
Bitarães - Paredes
(+351) 255 391 592
geral@bitfit.pt

Beber água durante a refeição engorda?

Publicado em 2019-02-26

Beber água durante a refeição engorda?

 

A água é um componente fulcral na nossa alimentação, já que é um constituinte importantíssimo das células do corpo e compõe o sangue e a linfa. Por dia, deve-se beber em média entre um e dois litros de água. O facto de cozinharmos parte dos alimentos que comemos, fazendo com que eles percam água, obriga-nos a ir buscar este líquido a outras fontes.
Há diversas teorias sobre quando se deve beber água, que quantidade beber, os benefícios e os malefícios de beber água antes ou durante as refeições.
Uma dessas teorias defende que a água à refeição faz engordar. Mas será que isso é verdade?

Há muitas teorias sobre os benefícios e os malefícios de beber água à refeição.

Posso beber água às refeições? A resposta não é só pode, como deve!

Existem várias razões que levam as pessoas a evitar o seu consumo:

"-Fico mais inchada quando bebo; a água é boa, mas só no intervalo das refeições; etc."

O inchaço, muitas vezes referido e que se pode sentir, é uma situação associada ao refluxo esofágico.

 

Zero por cento de calorias

Ao contrário de outros líquidos, como as bebidas gaseificadas com açúcar, os sumos e o leite, a água não tem calorias. E, por isso, pode ajudar a perder peso. Porquê? Mesmo quando não se está em atividade, o corpo gasta energia no chamado Metabolismo Basal (gasto de energia em repouso). Quando se bebe água, o corpo tem que gastar ainda mais energia para lidar com a entrada do líquido no organismo. Por isso, há um aumento de calorias usadas. Nos adultos, o gasto de energia em descanso aumenta entre 24 e 30% nos dez minutos seguintes após beber-se água. Este aumento dura pelo menos 60 minutos. 

Os especialistas argumentam ainda que quando se bebe água à refeição é um momento de pausa, em que há tempo para sentir se já se está satisfeito com o que se ingeriu e parar com a refeição mediante essa avaliação.

Mitos e verdades sobre beber água à refeição

Há quem argumente que quando se bebe água durante a refeição as secreções do estômago necessárias para se atingir um nível certo de acidez para a digestão diluem, dificultando este processo. Mas este argumento é falso, porque o corpo ajusta-se à quantidade de água e produz mais ácido caso seja necessário. Mas há, de facto, um grupo de pessoas para quem a água à refeição não é uma opção feliz.
Quem sofre de refluxo gastroesofágico não deve beber água e outros líquidos às refeições: os líquidos aumentam o volume do estômago, o que, por sua vez, faz aumentar a pressão do estômago, gerando o refluxo. Neste caso e para quem se sente inchado quando bebe líquidos nas refeições, o melhor é bebê-los entre elas. Mas quem não sofre deste problema pode beber água quando quiser. 


A água não tem calorias e não faz engordar durante as refeições. O mais provável é obrigar o corpo a gastar mais energia. O ideal para perder peso é substituir as bebidas açucaradas por água.

A água não tem calorias, mas o mesmo não se pode dizer das águas com sabores ou tisanas que são, no fundo, como refrigerantes e podem ter uma grande quantidade de açúcar associado. Mas quando falamos de água, no real sentido do nome, visto não ter valor calórico associado, os seus efeitos no decorrer da refeição serão única e exclusivamente ao nível do comportamento do nosso sistema digestivo. 

O receio de que a água cause dilatação do volume gástrico e consequente maior necessidade de ingerir mais comida para a saciedade, não passa disso, de um receio. Na realidade, a ingestão calórica é significamente menor quando se ingere água na refeição, tal como apontam os estudos.

 

Se quiser controlar o peso, experimente beber um a dois copos de água, 30 minutos antes da refeição e veja como se sente. Nada tem a perder e, no mínimo, fica mais hidratado.

 

 
NUTRIÇÃO

Inês Mota (Nutricionista)

"C.P. 3514N"