a carregar..

Urbanização do Souto
Bitarães - Paredes
(+351) 255 391 592
geral@bitfit.pt

Dez dicas para voltar à dieta depois de um período de férias

Publicado em 2018-08-30

Dez dicas para voltar à dieta depois de um período de férias

Como foram as suas férias? Esta pergunta pode parecer indiscreta mas permite aferir o seu estado pós-verão.

É nas férias que se comem mais alimentos de má qualidade, optando-se pelos gelados e sobremesas, que são ricos em açúcar, mas também em pratos com alto teor em hidratos de carbono, resultando em quilos a mais. Os alimentos ricos em açúcar e hidratos de carbono simples são viciantes, induzem um aumento de apetite, não saciam e fazem com que tenhamos vontade de comer mais. E isto é um ciclo.

Se é daquelas pessoas que adora refeições ao ar livre (grelhados, saladas e fruta), provavelmente já notou que as férias não lhe fizeram assim tão mal, antes pelo contrário, trouxeram benefícios à sua silhueta.

Se, por outro lado, o calor tornou os gelados e cocktails irresistíveis, talvez as férias não lhe tenham trazido uns benefícios assim tão grandes à sua silhueta.

A melhor forma de esclarecer estas dúvidas é subindo para a balança. Caso o peso esteja no nível desejado, vigie-o para que não se inflacione. Se de facto notar um aumento deve contra-atacar. Um ou dois quilos não implicam muito sacrifício. Mas, se os deixar ficar, no ano seguinte já serão três ou quatro e o esforço terá de ser muito maior.

O mais seguro, após vários dias de excessos nas férias, é retomar a rotina com uma dieta equilibrada e com exercício físico.

 

Dez dicas para voltar à dieta depois de um período de férias

 

  1. Dietas detox?

Depois das férias surge a intenção de apostar numa dieta mais saudável para mandar embora os quilos extras, através da adoção de dietas, que muitos se encontram dispostos a realizar.

As dietas cada vez são mais diversificadas, mas todas possuem uma base comum: a procura do emagrecimento.

Sem entrar em fundamentalismos, aqui ficam algumas boas ideias para colocar em prática na sua “dieta”:

- Evite alimentos processados e com longas listas de ingredientes;

- Habitue-se a cozinhar com algumas especiarias e ervas aromáticas, em detrimento do sal.

- Use e abuse de legumes e saladas (a alface é tão pobre nutricionalmente, que não é contabilizada), cautelosamente temperadas.

-Elimine as gorduras visíveis da carne e todas as zonas carbonizadas em grelhados e nas torradas.

 

  1. Faça várias refeições ao longo do dia

Estabeleça intervalos mínimos de 2h e máximos de 3,5h, entre as suas refeições

Comer de três em três horas é o melhor método para preservar e aumentar a sua massa muscular.

 

  1. Mantenha-se hidratado

Beba muita água ou, se não gostar, beba chá sem açúcar. Além de ser fundamental para se manter hidratado, é igualmente importante para o bom funcionamento do organismo e para eliminar as toxinas e metabolitos que resultam dos excessos que cometeu.

 

  1. Planeie as suas refeições

O primeiro passo para começar a planear as suas refeições é fazer uma lista de compras para ter tudo o que necessita e não mais do que isso. Desta forma, vai mais focado ao supermercado e não traz o que não deve. Quando lá estiver, não se esqueça de analisar bem os rótulos para trazer para casa as opções mais saudáveis.

 

  1. Resista às sobremesas

Sobremesas doces ou outros produtos açucarados deverão ser totalmente eliminados. Nesta fase, o ideal é substituir pela fruta fresca (de preferência da época) ou uma gelatina sem adição de açúcar.

 

  1. Elimine os refrigerantes

Se estiver com vontade de beber algo doce, opte por um chá sem açúcar ou água aromatizada com umas rodelas de limão, canela e folhas de hortelã, por exemplo. Tente que o consumo de refrigerantes não se torne um hábito, nem que substitua sistematicamente os lacticínios na sua alimentação.

 

  1. Limpe a dispensa e o frigorífico

Elimine os produtos calóricos que tenha por em casa. Assim, se lhe apetecer muito comer algo menos saudável, dificilmente irá cair na tentação.

Um truque que dou sempre é não termos em casa alimentos calóricos e de má qualidade nutricional.

 

  1. Pratique exercício físico

É nesta fase que tem de voltar aos treinos ou intensificar o que já fazia. Desta forma, o organismo vai começar a utilizar a gordura que foi acumulada com os excessos.

 

  1. Não se castigue

Embora não devamos interromper a nossa alimentação saudável, visto já fazer parte de um estilo de vida, não se martirize só porque comeu de forma diferente. Agora só resta voltar à rotina.

 

  1. Mantenha-se motivado

Acreditar que irá alcançar os seus objetivos irá tornar todo o processo mais fácil e com melhores resultados.

 

 

NUTRIÇÃO

Inês Mota (Nutricionista)

"C.P. 3514N"