a carregar..

Urbanização do Souto
Bitarães - Paredes
(+351) 255 391 592
geral@bitfit.pt

Pesar ou não pesar o alimentos?

Publicado em 2019-03-31

Pesar ou não pesar o alimentos?

Hoje, sabe-se que a alimentação e, mais precisamente, os planos alimentares adaptados a cada um são fundamentais para auxiliar a performance desportiva, mas também, para auxiliar nas etapas preparatórias para a atividade desportiva e, claro, na recuperação pós-atividade. Essa alimentação deve atender às necessidades de cada um, considerando as necessidades fisio-biológicas individuais (composição corporal, metabolismo, etc.), bem como, o tipo de atividade desportiva, o grau de intensidade e ainda fatores externos associados (onde a atividade é praticada, qual o clima, onde o indivíduo vive, etc.).

Especificamente a musculação é um desporto que necessita de um cuidado extra quando o assunto é a consonância entre o treino e o plano alimentar. Isto porque, além da busca pelo desempenho físico através da alimentação, a mesma se associa diretamente com a constituição corporal de um indivíduo e com as suas modificações, visto que, uma vez manipulada, pode se tornar uma grande aliada ou uma grande vilã na história.

Considerando a importância pautada pela alimentação, é muito comum observarmos alguns erros que podem passar pelo incumprimento da quantificação alimentar prescrita. 

- Pesar ou não pesar os alimentos? 

- Sim!!

Cada vez mais a quantificação do consumo alimentar é subvalorizada e esse facto pode comprometer completamente o sucesso de um plano de hipertrofia/emagrecimento/perda de peso.

Consideremos um de muitos exemplos:

O plano alimentar do Tiago contém um pão de 50g ao pequeno-almoço e um pão de 50g ao lanche.

O Tiago desvaloriza a questão implicita à pesagem dos alimentos e come dois pães de 96g, o que implica um consumo de mais 240 Kcal diárias do que aquelas que o plano alimentar do Tiago indica. 

Esta situação repete-se nos 5 dias semanais (5x240 Kcal) o que perfaz um total de 1200 Kcal a mais.

O Tiago não obteve os resultados desejados na pesagem. A culpa é do plano alimentar e do "metabolismo lento"? Não, a culpa é do Tiago que não pesou os alimentos (e estamos a falar apenas do pão) e comeu as calorias equivalentes a um McMenu Big Tasty (~1150Kcal) no final da semana.

 

A quantificação alimentar pode ser a falha no seu sucesso desportivo. Lembre-se que os momentos que mais nos desafiam, nos definem!

 

 

Adaptado

 

NUTRIÇÃO

Inês Mota (Nutricionista)

"C.P. 3514N"