a carregar..

Urbanização do Souto n°29
Bitarães - Paredes
(+351) 255 391 592 | 930 574 296
geral@bitfit.pt

Truques para ter uma alimentação saudável (e barata)

Publicado em 2019-07-10

Truques para ter uma alimentação saudável (e barata)

São seis pequenas dicas que vão fazer toda a diferença na balança e na sua poupança mensal.

Seguir uma alimentação saudável fica caro ou barato? Se respondeu a primeira opção, acertou. Se respondeu a segunda, também.
Tudo depende das suas escolhas, como a diferença entre comprar os flocos de aveia fina da Área Viva do Continente (0,89€) ou os flocos de aveia biológicos da Seara (2,59€) — ambas mais saudáveis do que uma embalagem de cereais Chocapic (4,19€).

“Para ter uma alimentação saudável e equilibrada, é fundamental ter em conta a qualidade e a quantidade dos alimentos que consome, assim como tentar aliar este tipo de alimentação a um custo económico reduzido”.

Não é fácil, mas também não é impossível. Assim apresemtamos seis truques que ajudam a ter uma alimentação saudável e barata. Um deles é algo tão simples como tomar o pequeno-almoço em casa.

“Ir ao supermercado com uma lista de compras também é essencial. Ajuda a trazer tudo o que necessita e a controlar melhor aquilo que vai comer ao longo da semana, bem como o dinheiro que vai gastar”.

 

1. Tomar o pequeno-almoço em casa

Além de ficar muito mais em conta, consegue escolher o que quer comer e fazer opções saudáveis. Um pequeno-almoço fora de casa, como um pão de sementes com uma fatia de fiambre e um copo de leite, não fica a menos de 1,50€ (e há mais probabilidades de comer o que não deve). Se comer em casa, sendo que um pacote de flocos custa 0,69€, consegue ter pequenos-almoços para vários dias a menos de 1,50€. Junta um iogurte e uma peça de fruta e tem uma ótima opção.

2. Faça os seus lanches da manhã e da tarde

 
 É super importante levar a sua própria marmita. Se não o fizer, é bem provável que acabe por ir à máquina automática que tem no trabalho, onde as opções — croissants, chocolates, refrigerantes e pacotes de batatas fritas —, não são as melhores. O mesmo se aplica à ida ao café. E se beber três cafés ao longo do dia, já gastou mais de 1,50€. Se optar pela cápsula, fica entre 0,22€ a 0,40€. E não se esqueça: açúcar, nunca.
 

3. Organize tudo no fim de semana

 
 É muito importante organizar a sua semana alimentar no fim de semana anterior. Caso contrário, se fizer as refeições no dia, entre trabalho e tratar da casa, não vai ter tempo e vai optar por comer fora ou comidas pré-feitas pouco saudáveis. 
 

4. Cozinhe em grandes quantidades

Quando cozinhar em casa, aproveite para fazer cada prato em grandes quantidades. Existem três pontos a favor: consegue uma quantidade suficiente para congelar; não vão faltar refeições para durante a semana; e ainda poupa em energia, luz e tempo. Apesar de não fazermos estas contas, faz a diferença.

5. Leve uma lista para o supermercado

 
 Este é um dos truques de ouro: criar uma lista de compras. Assim, poupa tempo, gasolina e asneiras. É que sem lista é mais provável que leve o que não precise. Outra dica é ver os folhetos online antes de ir. Assim, consegue as opções mais baratas.
 

6. Atenção ao tamanho das embalagens

Pode parecer óbvio, mas há muita gente que não pensa neste assunto. Muitas vezes compramos as embalagens mais pequenas para não gastarmos tanto dinheiro naquele momento, mas as maiores são mais baratas se pensar no preço ao quilo ou ao litro. Tenha cuidado com as promoções enganosas.

NUTRIÇÃO

Inês Mota (Nutricionista)

"C.P. 3514N"